Degeneração Macular - Clínica Raskin

Degeneração Macular

A degeneração macular, também chamada de degeneração macular relacionada à idade (DMRI), é uma doença caracterizada por danos progressivos na mácula, área localizada na parte central da retina e responsável por permitir a visão de detalhes.

Imagem Degeneração Macular

A causa mais frequente da doença é o envelhecimento, sendo comum em indivíduos com mais de 50 anos. Contudo, outros fatores podem deteriorar a mácula, como predisposição genética (histórico familiar), tabagismo e exposição solar (radiação ultravioleta).

Por afetar diretamente o campo central da visão, os principais sintomas da degeneração macular são: embaçamento e a sensação de algo “cobrindo” o centro da visão, como uma mancha escura. É valido reforçar que, a doença não acomete a visão lateral e/ou periférica.

O diagnóstico da degeneração macular é realizado pelo médico oftalmologista com o auxílio de exames que permitem a análise da retina e de outros pontos do globo ocular. Entre os exames que devem ser realizados, pode-se citar: o mapeamento de retina (exame do fundo do olho), a angiografia e a tomografia de coerência óptica (OCT).

O tratamento da degeneração macular é estabelecido de acordo com a forma que o paciente apresenta a doença (úmida ou seca). De modo geral, a abordagem terapêutica – que pode ser medicamentosa ou por auxílio do laser – visa controlar a doença, evitar sua progressão, e em alguns casos, recuperar parte da visão.

A principal conduta da prevenção são as idas regulares ao médico oftalmologista, principalmente após os 50 anos, além da realização de exames periódicos. Também é conduta fundamental procurar orientação médica diante de qualquer alteração na visão ou na percepção dos sintomas citados acima.

A Clínica Raskin foi pioneira em uma forma nova de tratamento para a degeneração macular relacionada com a idade, forma úmida, onde drogas de aplicação intraocular são usadas para tentar controlar a doença.